quarta-feira, 7 de junho de 2017

Funaro vai falar, para azar do TSE.

O senhorzinho teimoso do Jaburu insiste em sangrar em si e de tirar as forças do Brasil. Sabe que não conduz, mas sim é conduzido. Sabe que não governa, apenas cede às chantagens dos oportunistas de centro, de direita e de esquerda. Mas Temer insiste. Resistência chegou ali e parou. A torcida do PT, que festejava a 'valentia' de Dilma, agora ganha novo ídolo no quesito teimosia, que a torcida confunde com valentia'.
Pois para desespero dos valentes de todos os lados e de todos os gostos, Lúcio Funaro vai falar. Dispensou o advogado que tenta o ajeitado e contratou o craque em delações. Funaro era o doleiro que lavava dólares para os artífices do PMDB.
Sérgio Moro gosta de 'velhinhos valentes' que mantêm as redes sociais ativas. A implicância em não desocupar o trono leva mais gente para a vala. É o combustível principal da Lava-Jato essa tal valentia. Resta saber até onde vai a de Gilmar Mendes, que insiste em adiar a versão final de obituários políticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário