quarta-feira, 24 de maio de 2017

RODRIGO MAIA, O PRÓXIMO PRESIDENTE - Caso não haja golpe militar.

Resultado de imagem para rodrigo maia
O Meu Araripe ouviu várias fontes de Recife e Brasília. O dia hoje foi para ouvir. Conclusão: A câmara dos deputados indicará o próximo presidente do Brasil, na eventual e sempre mais próxima queda de Michel Temer. O senado não tem chance com o nome do PSDB, o cearense Tasso Jereissati, mas é a segunda alternativa, caso Maia encontre uma pedra no meio do caminho. O candidato da justiça também tem pouquíssima chance, nem mesmo com Carmem Lúcia. Lula quer que o eleito pela via indireta seja o homem dos negócios com os caças franceses, o ex-ministro Nelson Jobim. Este nome também agrada FHC, um dos líderes desse consórcio PT/PSDB. FHC quer antes de tudo FHC. A maioria da câmara cansou dessa falsa polaridade. Tudo se encaminha para 30 dias de interinidade e um resto de mandato de Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara dos Deputados e da escola Macielista.
A área econômica seria mantida sob comando de Henrique Meireles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário