terça-feira, 23 de maio de 2017

Maior ator da história da humanidade é brasileiro.


A academia que escolhe os indicados ao Óscar comete até hoje sua maior injustiça. O brasileiro Luis Inácio Lula da Silva é vítima do preconceito americano. Nenhum ator, entre todos os homenageados até hoje, consegue interpretar como o pernambucano de Caetés. Nenhum, entre tantos, tem fã clube tão vasto, numeroso e leal. Lula extrapolou fronteiras e hoje comove até países da América Central e Caribe, África e até a civilizada Europa. A próxima premiação do Óscar continuará falhando e reforçando a injustiça se insistir em  não premiar Lula.  Caso isto aconteça, certamente em 2018 não escapará ao recordista de bilheteria de todos os tempos, O FILME, envolvendo Lula e sua turma de um lado contra Moro e seus investigadores, de outro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário