quinta-feira, 18 de maio de 2017

Jarbas Vasconcelos: Renúncia de Temer é ato de vontade pessoal, mas 'hoje, amanhã ou depois isso pode acontecer'.



O Deputado Jarbas Vasconcelos acaba de conceder entrevista e deixou claro que a renúncia de Temer  é um ato unilateral, do próprio Temer, que não está havendo pressão para que ele renuncie, mas a situação é grave e o presidente pode renunciar muito brevemente, por ser um sujeito muito moderado. O deputado acredita que a gravidade da crise poderá acelerar essa decisão. A exata frase do deputado foi: Hoje, amanhã ou depois isso pode acontecer', indicando a gravidade.
As outras opões seriam afastamento pelo congresso ou decisão do TSE, que está em vias de concluir julgamento da chapa Dilma-Temer.
Jarbas ainda acrescentou que a constituição prever eleição indireta para a conclusão do mandato em curso, que vai até 31 de dezembro de 2018.

Nenhum comentário:

Postar um comentário