quarta-feira, 19 de junho de 2013

PRIMAVERA BRASILEIRA EM FORTALEZA.

















Manifestantes que organizam o protesto em Fortaleza furaram a barreira feita por policiais militares. Cerca de 15 mil pessoas participam do ato, segundo a Polícia Rodoviária Federal, e parte deles tentou entrar na Avenida Alberto Craveiro, onde a Fifa havia determinado a restrição de tráfego para autoridades.

O grupo tenta chegar ao Castelão pelo Cocó, onde não há barreira policial. Os tapumes da Copa das Confederações usados para esconder as obras inacabadas estão sendo utilizados como escudo pelos manifestantes para se proteger de bombas de efeito moral e balas de borracha.

No início da tarde desta quarta-feira (19), os manifestantes entram em confronto com a polícia. Após o conflito com bombas de efeito moral e spray de pimenta, o protesto foi contido e voltou a adotar ares pacíficos.

Centenas de manifestantes estão concentrados no viaduto do Bairro Aerolândia, um dos principais caminhos de acesso ao Estádio Arena Castelão, onde haverá jogo entre Brasil e México pela Copa das Confederações. O grupo protesta contra gastos excessivos com a realização da Copa do Mundo e cobra melhorias nos serviços de educação, transporte público, segurança e saúde.

A Secretaria da Segurança informou que a polícia protegerá o perímetro estabelecido pela Fifa para garantir a entrada de torcedores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário