sábado, 1 de junho de 2013

De volta, com o prisma do momento.

Estou de volta. "Devagar mas tô voltando". Nos últimos dias, nem ler eu li. Coisa própria de quem perdeu senhas e mais senhas para quem não teve peito de agir agora como agiu no passado, especialmente em 2011. Da vida, coisas da vida. Também estive cuidando dos meus e da saúde; e dos negócios; do passado, do presente e do futuro. Estive tão difuso que por pouco não estive no jantar secreto de Eduardo Campos e Ciro Gomes. É só uma forma de brincar para dizer que estou por fora, muito por fora das coisas. Por fora mas por dentro - não duvide.
icosaedro truncado = bola de futebol
Estou tão por dento que descobri uma forma de expressar o momento que o Brasil, em todas as esferas, está atravessando: A mesa redonda onde se discute e se prepara 2014 é um prisma. Mais propriamente um icosaedro, aquele que tem 20 faces e 12 vértices.  Como se percebe, prevalecem canto e cotoveladas. Os maiores 'espalha-brasa' do jogo podem ser representados por Dilma e Ciro Gomes. Contudo, há quem acredite que o 'craque' Eduardo Campos já está bem perto de arredondar o prisma em questão, transformando-o nessa bola aí ilustrada. Dudu já conversou com Ciro (jantou); já conversou com Kassab (almoçou) e talvez enjaule Fernando Bezerra Coelho no PSD que no estado é comandado por André de Paula. Quando menino, eu já sabia que passarinho sem asa fora da gaiola vira refeição de gato. Resumo: Melhor uma gaiola segura do que um terreiro grande para correr sem dispor de asas. Olha o gato!

Nenhum comentário:

Postar um comentário