quinta-feira, 16 de maio de 2013

Já em pré-campanha, FBC reinaugura a série acredite se quiser - Água no canal da transposição no ano da eleição.

A candidatura de Eduardo Campos se transforma em assombração no GG de Dilma. Seu ministro já promete inaugurar obra sem concluir, apenas para gerar expectativas e imagens em Pernambuco.

O governo Federal trabalha para levar água da polêmica transposição do São Francisco às primeiras cidades do Nordeste, antes das eleições de 2014, quando a presidente Dilma buscará a reeleição.

"A partir de abril do ano que vem já vamos ter água da transposição em cidades ao longo dos canais. Um exemplo: vamos ter água em Salgueiro antes das eleições. Para nós, será simbólico chegar água em Jati, no Ceará (logo depois de Salgueiro, no sentido do Ceará)", afirmou o ministro da Integração, FBC, nesta quarta.

"A cada estação elevatória entregue (serão sete) vamos fazer uma festa", disse.

FBC revelou que a meta da Integração Nacional é entregar, já em 2014, até o segundo semestre, pelo menos 100 quilômetros de água no Eixo Norte (Ceará) e mais 100 quilômetros no Eixo Leste (Paraíba e RN).

"Depois de uma desaceleração, a obra está em uma fase de aceleração agora, em velocidade de cruzeiro. O maio risco era de que houvesse uma judicialização da obra. Se ocorresse, ela iia virar um elefante branco. Assim, pulamos a fogueira maior, que era a judicialização".

"O que aconteceu, depois de 2010, 2011, foi que a obra não cabia mais nos contratos. Tivemos que replanejar a obra, depois que a realidade em campo ficou diferente dos projetos básicos contratados inicialmente", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário