sábado, 11 de maio de 2013

Eduardo não desistiu

A cúpula do PT deve ter feito esforço descomunal para abrandar os efeitos da fala de Eduardo Campos no programa do PSB. Entre as muitas lorotas, surgiu a de que Lula pode ser o candidato no lugar de Dilma, e para este Eduardo abriria mão do projeto presidencial. Os eduardistas, neste caso, sonham com a vice.
É tudo lorota. Eduardo está com a agenda nacional novamente repleta. Apenas usou uma quinzena para pesquisar nacionalmente os efeitos de sua fala. Também pegou nas orelhas de auxiliares para que acelerem algumas obras que a oposição reduzida andou visitando.
Mas o fato é que algum elemento da engrenagem da pré-campanha socialista foi retirado para reparo. Pelo visto, a peça já voltou ao lugar e a máquina voltará a moer.
Como muito está muito estranho nos últimos dias em se tratando de conjuntura, direi sempre: "Eu acho"

Nenhum comentário:

Postar um comentário