sábado, 11 de maio de 2013

Cuba ficou mais perto do Brasil. Sem mudar de lugar no mapa.

Hoje, na maior parte do comércio venezuelano, não havia papel higiênico para vender. Também não havia farinha de trigo e frango, a não ser em poucos mercados. Havia filas enormes para comprar víveres. Nicolás Maduro fez um giro no Brasil, Uruguai e Argentina, com um único e desesperado pedido: mandem comida! É o sonho de Chávez realizado. Venezuela virou Cuba. Nem papel higiênico existe para comprar.
A Venezuela começou a virar Cuba quando Hugo Chavez caiu na lorota de Fidel e aceitou contratar guerrilheiros vestidos de médico, que usaram uma droga de discurso retrógrado para enganar índios e analfabetos. Dilma está determinada a fazer o mesmo. Valei-nos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário