sexta-feira, 26 de abril de 2013

Raimundo Pimentel não terá apoio de Boba Sampaio, caso Ricardo Arraes seja candidato.

O vereador Boba Sampaio (PTB), irmão do ex-prefeito de Araripina Lula Sampaio, declara abertamente que votará em Ricardo Arraes (PSB) para deputado estadual, caso este leve adiante seu projeto de ser candidato. Com as afirmações do mais influente líder da oposição - seu irmão está 'fora de combate' temporariamente - duas coisas ficam claras:
1) O deputado Raimundo Pimentel não tem o controle do grupo que lidera;
2) Ricardo Arraes começa a costurar de fora para dentro sua candidatura.

BRENNO RAMOS NA PRÉ-DISPUTA

breno
O radialista Martinho Filho, que também articula um blog, abordou o tema com a seguinte informação:
"Quem confirmou ao blog que é pré-candidato a deputado estadual foi o Secretário Municipal de Agricultura da Prefeitura de Araripina, Breno Ramos. Ele disse que tem esse sentimento político e que vai trabalhar o seu nome junto ao grupo que integra. “Se for uma decisão do grupo político que faço parte serei sim candidato a deputado estadual. Temos que iniciar uma discussão em relação ao processo político do próximo ano”, destacou Breno, acrescentando que toda decisão deve ser tomada conjuntamente pelo grupo".

OS DETALHES
Brenno Ramos é filiado ao PSD, partido da base aliada do governador Eduardo Campos e ligado ao ex-deputado André de Paula. Sua mãe é petrolinense e o pai araripinense. Dispensável informar que o secretário de Desenvolvimento Rural de Araripina é filho do ex-governador José Ramos. Ou seja: na sala de política do prefeito Alexandre Arraes já repousa uma decisão a ser tomada, e esperam por ela o seu irmão Ricardo e o secretário que demonstrou maior desenvoltura política até agora. Até aqui ainda não se falou de Roberta Bertini, a esposa, de Bringel, que certamente pedirá a palavra em certo momento, de Dr. Divanágoras, nem de Valdeir Batista. 
Feliz do grupo que dispõe de tantas opções.  


A REGIÃO
Além de Raimundo Pimentel, Ricardo Arraes, Brenno Ramos e Chico Siqueira, o PDDB de Ouricuri sonha com o lançamento de um nome forte e o PT, mesmo isolado, deverá se 'meter' na disputa por uma vaga de deputado estadual pelo Araripe. Outros de menor poder de influência e pressão deverão aparecer, tornando evidente que as chances de todos diminuíram. Neste momento, as lideranças do chamado "Conselho Político" chamarão todos à razão, apontando aqueles que têm maior chance de se eleger em virtude do peso das bases e da filiação partidária e tentarão um acordo, fazendo as escolhas e tentando um acordo geral, que resulte na eleição de um deputado federal e pelo menos dois deputados estaduais. A região tem votos suficientes para eleger três deputados estaduais com folga. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário