segunda-feira, 1 de abril de 2013

Falha imperdoável esquecer o professor Tota

Não foi por ingratidão que o nome do eterno Francisco Alves de Sousa deixou de constar na lista dos que ainda não foram lembrados para receber homenagem do município e estado em obras públicas. Foi intencionalmente que deixei  Professor Tota, o autor da nossa bandeira municipal de fora dessa lista incipiente que fala dos merecedores de homenagem, que já deveriam ter emprestado o nome a obras de vulto em nosso município. Muita gente me telefonou, até com indignação, para pedir que seu nome seja postado na enquete ao lado. O engraçado é que, apesar de mais de 9 mil acessos já terem ocorrido ao blog depois da postagem, das quais mais de 700 através do link que postei no facebook, pouca gente teve coragem de participar aqui e também lá. O medo de se 'indispor' ou mostrar posição é um mal crônico em Araripina. Muitos falam pelos cotovelos em 'off' mas se negam a enfrentar um debate de peito aberto. Deveriam mostrar indignação para quem tem mandato e 'batiza' as obras, mas a 'ordem' é se harmonizar, como sempre e de costume.
Quanto ao nome de professor Tota entrar na enquete, isto é impossível. Enquete não se muda, a menos que a encerre para iniciar outra. Além do mais, o eterno professor sempre foi unanimidade. Menos agora, quando esquecem seu nome na hora das homenagens. E pensar que várias escolas foram construídas após sua morte.
No caso específico, a falha imperdoável pelo esquecimento não é minha e sim de quem ainda não lembrou de homenagear Francisco Alves de Souza. A maior e mais moderna escola que Araripina tenha ou possa ter ainda é insignificante diante do tamanho e importância de sua obra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário