quinta-feira, 11 de abril de 2013

Eduardo em rede nacional.


 Com crítica velada à presidente Dilma, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), inicia hoje sua estratégia mais explícita para tornar-se mais conhecido nacionalmente, com a veiculação de inserções do partido em rede nacional. Eduardo será o protagonista das cinco inserções produzidas, cada uma com 30 segundos, para exibição diária na TV e no rádio em horário nobre.
Nas inserções, o governador repete um mantra: 'É possível fazer mais'. Eduardo afirma: 'Temos um país que nos estimula, pelas conquistas e pelas vitórias que ajudamos a construir, mas dentro dele existe um país que nos pede para fazer muito mais'.
Aliado do governo federal, Eduardo Campos faz uma crítica indireta ao estilo de Dilma: 'Quem governa tem que saber decidir, mas não pode ser o dono da verdade'. Em relação a falhas do governo, os alvos são a infraestrutura e o setor energético.
LOUVAÇÃO A PERNAMBUCO 
'Somos um dos maiores produtores de alimentos, mas falta infraestrutura para estocar e transportar a produção. Temos a matriz energética mais limpa do planeta, mas gastamos R$ 400 milhões por mês para manter termelétricas poluidoras', afirma o locutor.
As inserções também exaltam a administração de Campos em Pernambuco. O locutor diz que o governador 'é o mais bem avaliado do Brasil' com aprovação de 93%.
Na mais recente pesquisa Datafolha, em março, Campos teve 6% das intenções de voto para presidente. No dia 25 será veiculado o programa político do PSB. (Informações da Folha de S.Paulo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário