segunda-feira, 1 de abril de 2013

A propaganda não falou

Diferença entre as importações e as exportações do país, a balança comercial brasileira registrou superavit de US$ 164 milhões em março, queda de 92% frente ao mesmo período do ano passado e o pior resultado já verificado para o mês desde 2001.

O saldo positivo contrariou as expectativas do próprio governo que, no mês passado, sinalizou a possibilidade de deficit no mês, repetindo o desempenho de janeiro e fevereiro. Apesar do resultado de março, no acumulado do ano, o deficit chega a US 5,2 bilhões. É um cenário bem diferente do vivido pelo país no ano passado: de janeiro a março de 2012, a balança registrou superavit de US$ 2,4 bilhões.

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (1º) pelo Mdic (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), e o desempenho de março foi resultado de US$ 19,2 bilhões em importações --alta de 12% frente a 2012-- e de US$ 19,3 bilhões em exportações --aumento de 1,6%. Segundo a secretária de comércio exterior, Tatiana Prazeres, há sinais positivos nos dados da balança comercial, como a alta média diária das exportações no mês, que bateu recorde, ao registrar US$ 966 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário