terça-feira, 12 de março de 2013

Tempos mudados: Dilma é vaiada ao lado de Renan, em Alagoas.


A presidente Dilma Rousseff (PT) e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), foram alvo de protestos durante cerimônia em Água Branca, no Sertão de Alagoas. Dilma visitou o município para inaugurar um trecho do Canal do Sertão, obra que se arrasta desde 1992.

Manifestantes, que disseram não pertencer a nenhum grupo político, carregavam faixas e cartazes com dizeres como "Dilma, traidora. De oprimida a opressora", "Dilma, seja bem vinda à terra do coronel", "Honestamente, nunca se mentiu tanto".

"A gente protesta contra essa mentira porque a gente sabe que esse canal vai servir para a agroindústria", disse o professor José Londe, um dos manifestantes.

O governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho (PSDB), também foi vaiado e pelo menos um dos cartazes era contra ele. "Téo, se o papa conseguiu, você também consegue. Renuncie!!!".

Agricultores também protestaram. Eles colocaram cabeças de gado na estrada, na entrada da cidade, e distribuíram um manifesto pedindo o perdão das dívidas que têm com o Banco do Nordeste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário