quinta-feira, 28 de março de 2013

Poupança e método.

Quem está estudando a cena local, mais especificamente o modo de agir do prefeito Alexandre Arraes, aposta que ele está fazendo lastro financeiro para arrancar com tudo depois de junho, quando a oposição ensaia agir. Há quem fale em lastro de 10 milhões para estabilizar pagamento de servidores e fornecedores, com calendário de pagamento bem definido.
Quem acompanhou a forma de agir do prefeito na formação do palanque e nos solavancos do entra e sai pré-intervenção não duvida do seu sangue frio.
Mas não seria uma forma de conhecer os 'impacientes' e 'instáveis' do grupo, mecanismo de acionar o cuador político. Isso não.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário