quinta-feira, 28 de março de 2013

Ganhou mentindo para um povo civilizado, que acreditou por falta de opção.


O presidente da França está no fundo do poço. Dá para cair mais

Há 10 meses, Frances Hollande, então candidato do partido Socialista à presidência da França, mais ou menos por essa hora desembarcou na porta da emissora de televisão France 2 para o último debate da campanha com o então presidente Nikolas Sarkozy.
Antes de entrar no prédio foi obrigado a confraternizar com milhares de pessoas que ali se reuniam para saudá-lo e prometer-lhe o voto.


Há pouco, o presidente Frances Hollande, em seu carro blindado, entrou direto no prédio da mesma emissora para ser entrevistado. Do lado de fora milhares de pessoas gritavam pedindo que renunciasse ao cargo.
A crise atingiu a França para valer. Pela primeira vez desde 1980 caiu o consumo. E o desemprego aumentou. Agora são 3.200 mil desempregados.
A aprovação de Hollande é de apenas 27% - a mais baixa de um presidente desde o remoto ano de 1958.

Nenhum comentário:

Postar um comentário