quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

O 'papagaio' argentino

Janaína Figueiredo, O Globo
Com a presença de uma delegação de alto nível enviada pela Casa Rosada e chefiada pelo vice-presidente Amado Boudou, a Corte de Apelações dos Estados Unidos fez nesta quarta-feira a última audiência entre o governo argentino e um grupo de credores que não participou das operações de reestruturação da dívida do país e exige o pagamento de US$ 1,3 bilhão.
Cientes de que os tribunais americanos tendem a beneficiar os chamados “fundos abutres” pelo governo Kirchner, os advogados do Estado argentino pediram “uma solução factível” e asseguraram que o país não aceitará “voluntariamente” uma sentença que o obrigue a saldar a totalidade do montante demandado. A decisão final da Corte ainda não tem data para ser anunciada.
Leia mais em Argentina ‘não aceitará voluntariamente’ sentença para pagar dívida
Leia também Congresso argentino pode aprovar acordo bilateral com Irã

Nenhum comentário:

Postar um comentário