quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Novo produto cobiçado

Como previsto aqui, está faltando rama de mandioca por todo canto. Nem nas Alagoas, nem em Sergipe, muito menos no Ceará. No Araripe, só pequenas reboleiras. Em Araripina, o prefeito Alexandre Arraes está comprando o que encontra pelo preço de R$ 500 a tarefa de rama. Está melhor, mais seguro e barato do que importar rama que não se conhece, muito menos se tem certeza da boa adaptabilidade.
Espera-se que agora o IPA contribua sempre com muitos hectares de boa e selecionada rama na sua estação local  e que também estimule no seu entorno à manutenção das melhores espécies, para em caso de secas prolongadas e sempre previstas.
Quem acha que o negócio será simples, pode esperar por cinco anos para a recuperação total da área cultivável.
O Programa Terra Pronta vai arar muita terra e corre o risco de não plantar na mesma escala.

MELHOR CONCENTRAR AÇÃO
Os técnicos envolvidos no Programa Terra Pronte têm o dever de alertar as autoridades para alguns riscos e sobretudo para direcionar as ações.
Em vez de espalhar rama para todos os cantos, o ideal seria selecionar poucos plantadores capacitados que possam adotar todas as ténicas de cultivo, a fim de conseguir a melhor rama para 2014, visto que 2013 sérá mais um ano seco e se não houver cuidado, além de queda, coice. O desiqulíbrio provocado pela longa estiagem certamente trará uma visita indesejada: a Mandarová, que poderá se mostrar mais eficiente na destruição do que as pessoas de bom coração que tentam produzir mandioca em Araripina e região.
O IPA já deixou faltar rama em 2013 e poderá deixar sumir em 2014.
Uma inversão de valores está em curso. A Assistência Ténica da unuão, dos estados e dos municípios desconsidera o corpo ténico existente e arrisca com contratados e terceiros. Só um 'desastre' pode ser pré-anunciado. Estamos fazendo a nossa parte: alertar.

O QUE JÁ ACONTECEU, O QUE FOI FEITO, O QUE FOI DITO AQUI E O QUE PODERÁ AINDA ACONTECER.
Veja os alertas deste blog:
Aqui
Aqui
Não era preciso usar bola de cristal. Bastava ouvir os mais velhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário