sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Sem convocação extra

A câmara de vereadores de Araripina não deverá ser convocada extraordinariamente para votar a Reforma Administrativa proposta pelo prefeito Alexandre Arraes. A convocação não aconteceu e nem deverá acontecer. Terça-feira começa o ano legislativo. Isto quer dizer que dificilmente a 'urgência urgentíssima' será considerada. Pelo menos foi isto o que este blog colheu junto a um dos vereadores do município.

VISÕES DIFERENTES
Enquanto uma ala governista espera que o prefeito enfrente dificuldades na aprovação do projeto - forma de 'dialogar', com possível prolongamento da discussão, os vereadores de oposição pensam o contrário. Não porque queiram ser 'bonzinhos', mas porque não querem ser culpados por eventual retardo na arrancada da administração. Querem logo saber o que combaterão sem deixar brecha para serem culpados pelo engessamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário