terça-feira, 15 de janeiro de 2013

A eterna guerra entre médicos e planos de saúde

Assembleia de radiologistas promete jogar duro contra os planos de saúde
A Comissão Estadual de Honorários Médicos de Pernambuco (CEHM-PE) realiza nesta quinta-feira (17) assembleia dos médicos que trabalham com métodos intervencionistas e diagnósticos por imagem, os radiologistas. Os profissionais estão insatisfeitos com o tratamento recebido pelas operadoras dos planos e seguros de saúde.



A estratégia de enfrentamento às empresas de PLanos deve ser definida no encontro da categoria, que começa às 19h30, no auditório da Associação Médica de Pernambuco (AMPE), bairro da Boa Vista, no Recife.

Os profissionais  reivindicam que, a partir de 1º de março deve ser implementada a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM 4ªEdição), sendo o porte acrescido em 20% para ultrassonografia, mamografia, medicina nuclear, procedimentos invasivos e raio-X; e 10% para os demais procedimentos da imaginologia, bem como o UCO – Unidade de Custo Operacional – não deverá sofrer qualquer deflator.

Além disso, enfatizam que na ausência de reajuste anual a ser realizado pela CBHPM, os valores deverão ser reajustados anualmente de acordo com o mesmo índice autorizado pela ANS para majoração das operadoras de saúde.

O presidente da CEHM, Mario Fernando, assinalou que somente através da luta, unidade e mobilização dos radiologistas é possível conquistar a implantação da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM).

"A CBHPM serve de referência para os valores pagos. Além disso, os colegas não devem assinar nenhum contrato sem o aval da Comissão. Os acordos firmados são celebrados em nome de todos os médicos pernambucanos", frisou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário