quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

CPI da Rose com 14 assinaturas.

Quatorze senadores já assinaram o pedido de instauração de uma CPI para apurar as denúncias de corrupção oriundas da operação Porto Seguro, da Polícia Federal. A investigação policial desbaratou uma quadrilha instalada nas agências reguladoras e no escritório da presidência da República em São Paulo, que era chefiado por Rosemary Noronha, segundo Felipe Patury.
A bancada do PSDB, com dez senadores, assinou o documento. As outras quatro assinaturas vieram de Ana Amélia (PP), Pedro Simon (PMDB), Pedro Taques (PDT) e Jarbas Vasconcelos (PMDB). O senador Álvaro Dias tentará, agora, convencer aliados do Governo a aderir ao bloco de signatários da CPI. “É uma oportunidade para que eles se coloquem de maneira contrária à corrupção desenfreada do Governo”, diz Dias. É uma tarefa difícil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário