sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Agora responde: Este partido merece voltar a governar o País?

terezinha_nunes_foto_alepe Com a escolha de Pedro Eurico, Bringel não assume.
O governador Eduardo Campos negociou com o deputado Sérgio Guerra no último final de semana a entrada do PSDB no secretariado estadual.
A confirmação será feita nesta sexta-feira junto com o anúncio do secretariado do prefeito eleito Geraldo Júlio (PSB).
A ida do PSDB para o governo estadual deixará o PSDB numa sinuca de bico, dado que os dois parlamentares que mais fazem oposição ao governador são filiados à legenda: Daniel Coelho e Terezinha Nunes. Eles vão continuar na oposição, porém falando em nome próprio e não do partido.

MEU ARARIPE
Tudo que Sérgio Guerra faz é combinado com Aécio Neves. O que há de estranho nessa escolha de Pedro Eurico é de interesse de Araripina: Bringel não assume na condição de suplente. Só assumiria de um dos deputados fosse convidado a ssumir a secretaria que foi 'negociada' com Sérgio Guerra. O eleitor de Bringel já tem um motivo a mais para odiar Sérgio Guerra. O presidente nacional do PSDB também não repassou bases fora do Araripe que rendessem sequer mil votos para o araripinense.  A escolha de Pedro Eurico para o secretaiado estadual, feita por Sérgio Guerra, indica que a relação política de Bringel com o aliado está perto do fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário