quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

12/12/12 e a monumental dívida

Viva bem esta data de hoje porque ela não é para qualquer um. Só Jesus Cristo terá direito a vê-la se repetir outras vezes. Mesmo assim, somente no próximo milênio agora. Nem mesmo uma combinação de números de dois dígitos será possível tão cedo, pois não existe mês 13.
A informação acima é curiosa, porém boba. Outra informação boba é que hoje devem está aniversariando cerca de 19.180.000 pessoas em todo planeta terra.

AGORA A INFORMAÇÃO QUE INTERESSA
Se todos os aniversariantes do mundo, nesta data, decidissem fazer 'vaquinha' e pagar a dívida que alguns ex-prefeitos de Araripina, irresponsavelmente, contraíram e deixaram se acumular, seria necessário que cada um contribuísse com R$ 7,50.
A última informação que tive acesso aponta para uma dívida de 70 milhões da prefeitura e 40 milhões da AEDA. Contudo, é preciso questionar tais números.

REGISTRO
Em 2005, quando eu estava de passagem pela secretaria de Planejamento do Município, no governo Valdeir Batista, toda a dívida foi negociada em suaves prestações de R$ 36.000,00. No dia 31 de dezembro daquele ano eu estive no INSS de Ouricuri dando entrada com o pedido de negociação. Aceito, só precisaria o município pagar as três primeiras parcelas para que fosse deferido. Medida provisória garantia esse 'refresco'. Também, à época, conseguimos, na justiça, 'derrubar' parte da dívida, questionando sua origem. Bons advogados realizaram esse trabalho.
Resultado: Alguém deixou de pagar as parcelas e a prefeitura voltou à inadimplência, deixando de receber gordas varbas, inclusive o repasse direto desse projeto de saneamento ora executado.
Quando o então Ministro Ciro Gomes deu seu 'ok' a este e outros projetos importantes, em despacho comigo e com o deputado Gonzaga Patriota, veio a má notícia do setor de empenhos do ministério: O CAUC de Araripina está impeditivo. Araripina não tinha direito à emissão de Certidão Negativa de Débito e por conseguinte não tinha direito a celebrar convênios.     Façam as contas: por causa de míseros 36 mil perdemos mais de 20 milhões só numa primeira etapa.

DEVER DE BEM INFORMAR
Os ex-prefeitos Valmir Lacerda e Dionéa Lacerda tanto pagaram as dívidas de suas gestões como negociaram e pagaram as dívidas de seus antecessores. Daí porque a ex-prefeita não conseguiu realizar muitas obras com recursos próprios. Contudo, ao se legitimar para receber recursos federais, conseguiu verbas para concluir as escolas Luzanira Ramos,  FEAGRA (Hoje FACIAGRA), mais de uma centena de poços (que hoje salvam o município do colapso), projeto de Reflorestamento no valor de quase 4 milhões (Que Bringel executou) e algumas outras obras importantes. Vale ressaltar que o Brasil vivia momentos de contenção de gastos com a implantação do Real. À época, Brasília só liberava ordens de arrocho monetário.
Este é apenas um registro histórico que visa fazer justiça. É preciso deixar a história bem contada para evitar que outras não verdadeiras venham prosperar.

12m:12min de 12/12/12, agora. Quando terminarão de pagar a dívida de Arairpina? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário