segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Trezentas rescisões

O Tenente Coronel Adalberto, interventor do Estado no município, rescindiu  300 contratos no último dia 8 de novembro. Motivo informado: Ultrapassagem do limite de 54% da receita corrente líquida com gasto de pessoal.
A partir de agora não haverá mais desculpa para atraso no pagamento dos que ficam. Em tese, não havendo crescimento vegetativo da folha (que há só com aumento do mínimo), as contas estarão equilibradas. O gestor terá apenas que ir atrás de recursos nas outras esferas de poder para tocar o barco e fazer acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário