quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Sem décimo? Como serão as primeiras pedaladas de Alexandre?

Cuidado com a corrente da bicicletinha...
Mesmo efetuando cortes de pessoal contratado e cortando gratificações de efetivos e comissionados, o Interventor Adalberto Freitas ainda não sinalizou que pagará o 13% salário dos servidores municipais. Ao contrarío, deixou claro que está difícil pagar. Há quem sustente que ele poderá pagar o décimo terceiro e deixar dezembro para Alexandre Arraes.
Ou seja: Alexandre já vai assumir no vermelho, coisa bem diferente do que estava imaginando.
Alexandre vai precisar de muito apoio e compreensão no início, para não deixar a corrente da 'bicicletinha' cair na primeira rampa.  
A comparação é esta mesma. Governar o nosso município é como começar a pedalar numa bicicleta enferrujada  e com a corrente frouxa. É preciso que muita gente ampare, segure e empurre com jeito no começo, para que a corrente não caia logo na primeira rampa. Se cair, fica difícil levantar e encontrar gente para empurrar outra vez.
Mais: Alexandre ainda precisa saber se quem está empurrando quer mesmo alçá-lo para frente ou derrubá-lo. Na política tem dessas coisas. Portanto, se você é um daqueles que quer ver Araripina saindo do buraco, comece a lembrar como foram suas primeiras pedaladas.  

O neto de seu Arraes vai precisar exercitar muito aquilo que ensinou Chê Guevarra: "Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás". E prosseguir pensando como Che: "Se no existe la organización, las ideas, después del premier momento de impulso, van perdiendo  eficacia"

Nenhum comentário:

Postar um comentário