sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Chamam de "Guerra Santa"


Exército israelense aumenta mobilização após ataque a Jerusalém

Ministério da Defesa pede 75 mil reservistas ao governo
O Globo
Após ataques de militantes palestinos atingirem Tel Aviv e Jerusalém - cidade sagrada para cristãos, judeus e muçulmanos - o Exército israelense aumentou a convocação de reservistas para 75 mil, em sinal de que o país pode estender sua ofensiva militar contra a Faixa de Gaza a ataques por terra.

Foto: Reuters

O ministro da Defesa israelense, Ehud Barak, mandou a proposta de mobilização para o governo e espera uma aprovação rápida do projeto, enquanto seus assessores ligam para pedir o apoio dos demais ministros, segundo fontes da agência Reuters.

Nenhum comentário:

Postar um comentário