sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Saindo. Tentando te encontrar...

Só estou com tempo para você. Estou saindo agora apostando que vou te encontrar.  Sendo mais verdadeiro, encontrar você agora é a coisa que mais quero. Sendo mais verdadeiro ainda, não sei onde você está nem se quer me ver agora. Mas vou tentar. A minha vida inteira foi assim: Insistir naquilo que busco.
Vou te pedir duas coisas: 
1) Que me desculpe os excessos de assuntos pessoais nos últimos dias;
2) Que lembre de mim no dia 7, se tiver me desculpado e entendido os meus motivos.

E quais são os motivos? 
Eu não tenho rádio. O que falo aqui é verdade e interessa a maioria, mas não interessa a alguns e só é lido por quem é esclarecido. Estou sem tempo para pensar e produzir aquilo que te faz entrar aqui.
Precisamos de uma tribuna livre e independente para tentar mudar o jeito de fazer política e a forma de servir a Araripina. E Alexandre Arraes precisa de vereadores que discutam políticas públicas e avanços sociais sem misturar temas públicos com interesses pessoais. 
Sem querer e não sendo melhor do que ninguém, buscaremos sempre melhorar interiormente e o que está em nossa volta. Assim deve caminhar a humanidade.

Volto a afirmar: Não sei se vou te encontrar. Também sou um pouco tímido na hora de abordar o cidadão que é portador de título eleitoral. Se eu te encontrar e não tiver coragem de pedir o voto, saiba que é por respeito a você, ao lugar, a ocasião ou a tudo a um só tempo. Mas eu preciso do seu voto. 
Sai. A sorte foi lançada e eu assumo os riscos. 
Só volto a conversar com você quando o veredicto já tiver sido dado ou em caso de 'edição extraordinária', se o caso exigir meu retorno.
Orem por mim.
Até a volta. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário