quinta-feira, 2 de agosto de 2012

A insegurança dos Fóruns















O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Jovaldo Nunes, encaminhou, nesta quinta-feira (2), um ofício ao governador Eduardo Campos comunicando da gravidade da situação da segurança pública nos ambientes interno e externo dos 135 fóruns no Interior do Estado. A abrupta retirada do policiamento fardado dessas unidades foi determinada conforme os termos do decreto nº 38.438, de 27 de julho de 2012, surpreendendo magistrados, servidores e população usuária dos serviços do Poder Judiciário.
No expediente remetido ao governador, o presidente do TJPE demonstra ser imperiosa a necessidade de retorno imediato da Polícia Militar (PM) aos fóruns, até que sejam substituídos por policiais da reserva que integram a Guarda Patrimonial.
Diz ainda, o desembargador Presidente, que onera substancialmente os cofres públicos a contratação de Segurança Privada para as Unidades Judiciárias, em substituição ao policiamento fardado da PM-PE. A melhor e mais racional alternativa é suportar as despesas com os valores pagos à Guarda Patrimonial composta por militares da reserva reconvocados, desde que seja disponibilizado pela SDS o efetivo solicitado para substituir, paulatinamente, os policiais militares da ativa que estejam em serviço nos fóruns.

Nenhum comentário:

Postar um comentário