quarta-feira, 11 de julho de 2012

A voz de Lula

Quase cinco meses após o fim do tratamento contra o câncer na laringe, a participação do ex-presidente Lula nas campanhas petistas fora de São Paulo ainda depende do aval da equipe médica. "Aqui em São Paulo certamente ele vai participar da campanha. Quanto a viajar, isso vai depender dos médicos. Ele tem viajado muito pouco", afirmou o ex-ministro Luiz Dulci, que é um dos diretores do Instituto Lula. Segundo Dulci, o ex-presidente ainda sente os efeitos colaterais do tratamento, que terminou no dia 17 de fevereiro."Ele tem uma garganta muito irritada. Não faz sentindo ir a um lugar e não poder falar", afirmou o ex-ministro petista, que participou nesta terça-feira (10) do congresso da CUT (Central Única dos Trabalhadores), que ocorre em São Paulo.(Folha Poder)
 
MEU ARARIPE
É conversa mole. O problema na voz de Lula tem origem nas brigas locais, como as de Recife e Fortaleza. São os aliados que exigem neutralidade, daí essa desculpa circular como se boletim médico fosse. Ainda ontem Eduardo Campos e Ciro Gomes jantaram com Dilma e ouviram dela que o governo federal se manterá neutro onde houver disputa entre PSB e PT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário