segunda-feira, 23 de julho de 2012

Site do TJPE anuncia oficialmente o afastamento de Lula Sampaio.

TJPE manda afastar Lula Sampaio
O prefeito de Araripina, Lula Sampaio, deverá deixar a Prefeitura nas próximas horas. Isto porque a Corte Especial do Tribunal de Justiça do estado concedeu, hoje à tarde, recurso do Ministério Público que pedia a cassação da liminar do presidente do TJPE autorizando a volta do prefeito. Ele havia sido afastado por 180 dias no bojo de uma ação civil pública de improbidade administrativa.

Desse retorno à Prefeitura foi que o Ministério Público recorreu. O julgamento do processo foi adiado duas vezes. Logo na primeira sessão, instalou-se uma divergência no julgamento: dois votas contra e quatro a favor da pretensão do MP. Na ocasião, o desembargador Silvio Beltrão pediu vista ao processo e o trouxe na próxima sessão, com um voto arrasador: “A permanência de Lula Sampaio na Prefeitura de Araripina – disse ele – é um atentado ao interesse público”. Nesse dia, foi o desembargador Frederico Neves quem pediu vistas.

Hoje, o desembargador Frederico Neves, ao votar pelo afastamento do prefeito, disse que sua permanência na Prefeitura “pode significar grande lesão ao interesse público”.

Todos os desembargadores que haviam votado pelo afastamento incluiram, hoje, nos seus votos, a argumentação do desembargador Silvio Beltrão, que recomendava o afastamento imediato de Lula Sampaio.

...............................
Redação | Ascom TJPE
POSSE DE ALEXANDRE SOMENTE AMANHÃ
Diferente do que muitos acreditavam, a posse de Alexandre Arraes só acontecerá amanhã. O pleno ficou reunido até seis da noite, motivo pelo qual não houve tempo hábil para que a sentença fosse redigida, assinada pelos desembargadores e posteriormente enviada por fax ao juiz da comarca de Araripina, Dr.João Ricardo. Desta forma, somente amanhã o juiz receberá oficialmente o comunicado e tomará as providências para que a câmara de vereadores emposse Alexandre Arraes.
LULA SAMPAIO FALA POR MEIO DE CARRO DE SOM
O  prefeito afastado, Lula Sampaio, usou veículo da campanha de Dra. Socorro para veicular mensagem de desabafo, estabelecendo um confronto com a justiça que talvez não seja interessante nesta hora.  Os bons conselheiros perderam espaço para aqueles que aparecem pregando o enfrentamento.  Tudo, ou quase tudo, é compreensível em ocasiões como esta. Lula foi eleito pelo voto direto e se acha no direito de concluir seu mandato. O juiz é obrigado a cumprir a Lei e por isso julgou procedente uma ação do Ministério Público que teve motivação em denúncias de vereadores e políticos que hoje se dizem aliados.  "Maquiavel" tomava café, almoçava e jantava na casa do prefeito afastado.   Sua simplicidade o impediu de  entender o jogo. Sua pouca exprenência no executivo o levou a praticar em desacordo com a Lei, mas em sintonia com a máxima de Gerson sempre defendida por quem ladeia todo e qualquer prefeito, independente de seu partido. São os fatos.
É hora de serenar. Não há farsas a serem derrubadas. Todos se conhecem em Araripina. A política não pode ser vetor de discórdia e intrigas. As crianças estão crescendo e os jovens se formando. O erro já aconteceu e foi punido. Agora só resta ser esquecido, para o bem de todos, ficando apenas o exemplo a ser evitado. Juízo e prudência em vez de comemorações e provocações gratuitas. Politicar não rima exagerar. A festa da democracia vai acontecer, com certeza, com as devidas comemorações e carreatas, mas sem provocações.
Se o certo é imitar o chefe quando este é sereno, eu digo o que vi: Alexandre não está vibrando nem provocando euforia. Está calmo, centrado e preocupado com o amanhã. Que sirva de exemplo aos mais afoitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário