domingo, 8 de julho de 2012

Querendo faz

Brasil tem 82 escolas de primeiro mundo em áreas pobres


Antonio Góis, O Globo
O Brasil ainda está distante da meta de garantir a toda criança um ensino de qualidade, mas há, dentre as mais de 40 mil escolas públicas do país, um pequeno grupo que se destaca pela excelência. São colégios que, mais do que simplesmente figurar nas primeiras posições de rankings de avaliação, conseguem algo ainda mais extraordinário: atender alunos de baixíssima renda e deixá-los com indicadores de qualidade compatíveis aos de nações desenvolvidas.
Com ajuda do economista Ernesto Martins Faria, da Fundação Lemann, O GLOBO identificou essas escolas e investigou o que há em comum entre elas. Numa série de reportagens que se inicia hoje, há relatos do bom trabalho pedagógico em localidades improváveis como o interior amazonense, a área rural do Piauí, a periferia de Alagoas ou o sertão do Ceará.
Leia mais em Brasil tem 82 escolas de primeiro mundo em áreas pobres
Leia também No melhor Ideb do Nordeste até pais assistem aulas quando preciso

Nenhum comentário:

Postar um comentário