domingo, 8 de julho de 2012

Quarta quente

A comissão especial criada pela Corregedoria-geral da Câmara para analisar as acusações contra três deputados goianos que teriam se envolvido com o bicheiro Carlinhos Cachoeira deve votar os pareceres finais na próxima quarta-feira. Os parlamentares investigados são Carlos Leréia (PSDB-GO), Sandes Júnior (PP-GO) e Rubens Otoni (PT-GO). Se punidos, o corregedor-geral da Casa, Eduardo da Fonte (PP-PE), ainda vai encaminhar os casos para a Mesa Diretora determinar abertura de processo disciplinar no Conselho de Ética da Câmara.

Para cada caso foi designado um relator. No caso de Leréia quem investiga é o deputado Jerônimo Goergen (PP-PR), para Sandes Júnior coube ao Maurício Quintella Lessa (PR-MG) apurar as denúncias e para o caso de Otoni o responsável é Evandro Milhomen (PCdoB-AP). Dos três, o caso mais complicado é o do tucano Carlos Leréia. O relator do processo deve levar em consideração em seu voto algumas informações da CPI do Cachoeira. Entre elas, um telefone que Leréia teria recebido de presente do contraventor e jogos on line que o filho do parlamentar teria comprado com o cartão de crédito do bicheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário