quarta-feira, 18 de julho de 2012

Nosso apoio; nossa contribuição.

DO BLOG DE JOSIAS DE SOUZA
Nesta quarta-feira, o enredo da greve que se espraia pelo setor público e já afastou do batente algo como 135 mil servidores ganhará um capítulo coreográfico. Os grevistas marcharão sobre a Esplanada. Um cartaz difundido pela CUT antecipou, em versão impressa, o slogan da corneta: ‘Chega de embromação! Negocia, Dilma!’ Com as orelhas em chamas, Dilma Rousseff esforça-se para manter o sangue frio. Tomada pelo que diz em privado, a presidente guia-se por outro lema: a demagogia é o caminho mais longo entre o Orçamento e sua execução. Aprovada pelo Congresso nesta terça (17), a Lei de Diretrizes Orçamentárias não prevê a concessão de reajustes salariais no ano de 2013.
Há duas semanas, o governo fez chegar às manchetes o tamanho da conta. Estimou-se que o atendimento de todas as reivindicações salariais que estarão representadas no ato de Brasília empurraria para dentro das arcas do Tesouro um espeto anual de R$ 92 bilhões. E Dilma já declarou em discurso que, em tempos de crise, não é recomendável “brincar à beira do abismo.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário