domingo, 22 de julho de 2012

Mudou de lado


CARLOS BRICKMANN
Que feio, Aloízio Mercadante! Aquele político combativo, que lutava por melhores salários para os professores, mudou de ideia agora que é ministro da Educação e poderia realizar aquilo que defendia? Ser ministro compensa a mudança?

Mercadante estudou Economia; talvez não conheça o cancioneiro medieval. Pois vai lá um poema que talvez o inspire a retornar a suas posições originais.

'Meu Rei me pediu a espada, minha espada lhe ofertei/ com lâmina de Toledo e copo de ouro de lei./ Meu Rei desejou meu elmo, escudo, couraça...lhe dei/ sempre os usei nas batalhas, lutando pelo meu Rei./ Meu Rei me pediu bravura, nas guerras me desdobrei/ Lutei com ardor e raça pela glória do meu Rei/ Meu Rei desejou meu cavalo, fui eu mesmo que domei/sem relutar fui infante para atender a meu Rei./Meu Rei me pediu a honra da farda que sempre honrei/de coração contristado, eu disse não ao meu Rei./ Dei-lhe a espada de Toledo com copo de ouro de lei/ Mas honra é bem de família que dos ancestrais herdei.'

Aloízio Mercadante é professor; seu pai, o general Oswaldo Muniz Oliva, foi não apenas professor, mas diretor da Escola Superior de Guerra. Como pode suportar ver seus colegas por dois meses em greve?

Como pode concordar com o aumento, oferecido pelo Governo Federal, de 0,85%, e só daqui a três anos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário