terça-feira, 3 de julho de 2012

Grata e non grata

Ontem, Márcio Thomaz Bastos, advogado e ex-ministro da Justiça, visitou a Folha de São Paulo, a convite do jornal, onde foi recebido em almoço.Já no Palácio do Planalto a sua entrada está proibida, após ter assumido a defesa de Carlinhos Cachoeira, por R$ 15 milhões. Dilma Rousseff considera o fato inaceitável, tendo em vista o papel que o ex-ministro da Justiça já teve na indicação de ministros do STF e na obstrução das investigações do Mensalão. Além disso, o Planalto não quer a mínima ligação com a CPI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário