segunda-feira, 23 de julho de 2012

Entregou-se ao PMDB de Sarney


Sem alarde, a presidente Dilma Rousseff se movimenta para fortalecer ainda mais a aliança do PT com o PMDB na base de seu governo, sepultando as esperanças de petistas e aliados que gostariam de alijar o vice Michel Temer da chapa da reeleição. Pelo contrário, para consolidar essa aliança, depois de lançar o pacote de privatizações de ferrovias, estradas, portos e aeroportos que prepara para agosto, Dilma pode entregar o Ministério dos Transportes ao PMDB, uma velha reivindicação da legenda.
Os petistas da Câmara gostariam de ver o líder do governo, Arlindo Chinaglia (PT), de volta ao comando da Casa. Porém, a cadeira ficará mesmo com o líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN), que voltará do recesso fortalecido.(Luiz Carlos Azedo - Correio Braziliense)

Nenhum comentário:

Postar um comentário