quinta-feira, 19 de julho de 2012

Arquivo morto

Agente da PF assassinado com dois tiros recebeu ameaças


Júnia GamaCristiane Bonfanti, O Globo
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou nesta quarta-feira que “é muito cedo” para concluir que o assassinato do agente da PF Wilton Tapajós Macedo, integrante da operação Monte Carlo, tenha relação com seu trabalho nas investigações do caso.
O agente foi morto com dois tiros na nuca no Cemitério Campo da Esperança, na Asa Sul. Tapajós integrava o núcleo de inteligência da Polícia Federal e participou do monitoramento dos membros da quadrilha do bicheiro Carlinhos Cachoeira.
Leia mais em Agente da PF assassinado com dois tiros recebeu ameaças

Nenhum comentário:

Postar um comentário