domingo, 1 de julho de 2012

Alexandre Arraes e Valmir Filho foram os escolhidos


"Não existe mais a novela do vice"
Acabou a espera e a ansiedade de alguns com o lançamento da chapa Alexandre/Valmir Filho na convenção do PSB/PR e partidos aliados na tarde e fim de noite de ontem.
Foi um roteiro bem elaborado para fortalecimento e valorização do nome dos cabeças-de-chapa da Coligação "Por Amor a Araripina".
Apesar de haver mais de um interessado, o binômio conjuntura/circunstâncias já apontava desde o início que o final seria este.
Alexandre e Valmir representam forças emergentes e preparadas para conduzir Araripina. Estão treinados para suportar pressões; estão preparados para conduzir os destinos do município; e acima de tudo provaram que são capazes de driblar as pedras e lidar com desavenças e interesses conflitantes, muitas vezes externados à exaustão.
Somente com equilíbrio e muita determinação se conduz um grupo sem permitir que os pequenos arranhões se transformem em feridas incuráveis; somente com visão larga se chega ao lugar desejado pela maioria dos que pensam grande.
Araripina já começa a viver dias diferentes. A rotina já foi quebrada. Logo aparecerão no horizonte as mudanças reais. Elas demoram a ganhar contornos no horizonte, mas quando aparecem se mostram nítidas e indestrutíveis.

O PALANQUE
Alexandre Arraes prefeito e Valmir Filho vice é a cabeça da chapa. Para amparar esta dupla, formou-se um verdadeiro exército de candidatos a vereador, com flagrante maioria vocacionada para a renovação.
Ontem, por força do hábito e vontade da cordenação, apenas um nome saiu no lucro da palavra. Alexandre Arraes não teve tempo de ver os detalhes.Confiou depois de delegar. Este é um velho filme. Ele já chegou ao palanque com todo roteiro definido, saindo direto de uma reunião que amarrou grandes apoios, contando para isto com a solidariedade e esforço de aliados que pensam grande e trabalham no sentido de alargar o caminho da majoritária, sem atropelar a parte mais frágil do palanque. Alexandre delega e cobra resultados.Vai ser assim durante a campanha e três meses é tempo suficiente para evoluir na construção do equilíbrio de forças e tendências em cima do palanque, sem supremacia nem suprimidos.

Além de nomes que estão em evidência, a exemplo de Ronaldo Lacerda, Ernildo Arruda, Emanuel Oliveira, irmão Alencar, Vicente do Ceru, Luis Jacó, Camila, Edeval do Gergelim, Geneci do Cartório, Doval, Edvan, Luciene Jordão, Renan e Paulo de Zé de Senhor , mais de três dezenas de nomes para renovação subiram ao palanque para reforçar a chapa manoritária, mostrando o tamanho da paciência e da tolerância dos majoritários para lidar com pressões, e sobretudo a capacidade de diálogo de ambos. No passado, esta riqueza da democracia era reduzida a uma só voz e as coligações se fechavam do tamanho das vagas a preencher, já indicando a composição da futura câmara de vereadores.

A FORÇA DA RENOVAÇÃO
A inevitável aula de sociologia já começou e vai durar 3 meses.
Apesar de nenhum candidato a vereador com perfil renovador ter feito uso da palavra na convenção, por motivos óbvios, todos se sentiram contemplados com a fala de Nunes Rafael, um bravo guerreiro empreendedor, líder de uma luta que dignifica. Ele não é candidato nesta eleição, mas sua tenacidade e sua bravura honram os novatos, fazendo-os crer que lutar vale a pena, e que renovar é preciso. A vez dos destemidos e consistentes tarda mas não deixa de chegar. Nunes Rafael falou por eles na noite de ontem.
Percebam que na foto não aparecem outras figuras, outros postulantes, outros oradores, outras correntes e tendências. Só Nunes e Alexandre. Percebam assim a dor interior dos novatos, que aplaudem Nunes por ter chegado na hora certa. Por meio dele e de sua luta se formará uma coligação de bravos e destemidos voltada a promover a renovação na câmara de vereadores. Esta coligação já ganhou um nome imposto pela força dos fatos: "RENOVAR É PRECISO".

O DISCURSO DE ALEXANDRE
Em rápido resumo, podemos afirmar que a fala de Alexandre Arraes foi uma aula de equilíbrio, tolerância, emoção e fluido agregador. Um belo discurso, com uso correto da voz, dos gestos, e palavras escolhidas com precisão e prudência.
Ainda não há áudio nem vídeo disponibilizados pela assessoria do candidato. Estamos aguardando. Também não chegou ao nosso endereço eletrônico as fotos oficiais do palanque e do ambiente interno. Elas serão postadas em momento oportuno, quando aparecerem.

GUARDEM E MELHOREM
Sintam e guardem, neste momento, apenas o primeiro capítulo oficial da aula-espetáculo de sociologia que começou ontem e vai durar três meses. Aqui, por vários motivos, teremos que usar a sutileza para desnudar os elementos obscuros e por vezes intocáveis das duas campanhas. Perdoem os arrodeios, entendendo nossa impossibilidade de usar o verbo de forma direta. Se quiserem, guardem o texto original e completem com o fato nu e cru. Ajude a escrever nossa história dando contorno definitivo a esta página.

Um comentário:

  1. FOI UMA CONVENÇÃO QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA DE ARARIPINA. PÚBLICO IMENSO, MUITA ANIMAÇÃO E MUITA ORDEM. LANÇADOS OS CANDIDATOS A PREFEITO E VICE, FORAM BASTANTE APLAUDIDOS. DEZENAS DE CANDI - DATOS A VEREADORES. DISCURSOS FORTES , TODOS DANDO ÊNFASE AO AMOR A TERRA. NADA DE ALUSÕES DEPRECIATIVAS E TUDO DENTRO DE UMA ÉTICA POLÍTICA DIGNA DE SER IMITADA. Nilsa

    ResponderExcluir