domingo, 10 de junho de 2012

Regra burra

Um pré-candidato de Morais criou uma regra para se beneficiar, que se for usada sepultará seus sonhos de crescer além de seus limites. Além de brecar a fala de candidatos da sede e de outros distritos em 'seu terreiro', conclamou a população local para para não votar em candidatos de fora, como se alguém de Nova Iorque estivesse concorrendo em Araripina.

A REGRA SERIA, então, nenhum candidato de Araripina sede falar em comicios de distritos e candidatos de distritos não falarem em comícios de Araripina sede. "Fechado", comomoram os candidatos da sede.
Os novatos já sabem o que fazer, adiantou um:  'Novatos dividem a despesa e levam estrutura de palanque e som para fazer seus próprios comícios nos distritos, convidando através dos guias de vereador. Todos pedem voto para o prefeito, que só vai se sentir vontade e dispor de tempo'. 

CRÔNICAS DE UMA CAMPANHA DIFERENTE
Na política, o primeiro teste que um iniciante faz é para descobrir se tem sangue de barata. Daí em diante, depois do resultado, começa a pensar diferente sobre rivalidade. Assim se criam as rivalidades históricas, ditas insanáveis, que só os brutos são incapazes de superar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário