sexta-feira, 29 de junho de 2012

Recife

A briga pela prefeitura de Recife será das boas. De um lado, o PT, que se armou com seus quadros mais fortes. Humberto Costa para prefeito com João Paulo na vice é chapa densa. O governador Eduardo Campos, depois de reatar relações com Jarbas Vasconcelos e obter o apoio do PSB, consolidou a ampla aliança em torno de Geraldo Júlio, que terá o comunista Luciano Siqueira na vice.
Pela direita, Mendonça Filho foi o escolhido do DEM para tentar uma vaga no segundo turno.
Falta agora a definição do PSDB e do PPS. O PSDB dependendo do 'humor' instável e impreciso de Sérgio Guerra; o PPS dependendo da calibragem de humor de Raul Jungmann.
Os demais partidos que se apresentam fazem pouca diferença no contexto que se desenhou.
O ex-presidente Lula já mandou seu recado: Só tem um candidato e este se chama Humberto Costa. Eduardo Campos e Jarbas Vasconcelos terão três meses para transformar o excelente técnico Geraldo Julio em candidato vitorioso. Eduardo passou a ter muita força na capital. Jarbas sempre teve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário