domingo, 10 de junho de 2012

'América sem Chávez'

O Presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, disse que os dias do  presidente venezuelano Hugo Chávez estão contados e que os líderes democráticos da América Latina deve começar a se preparar para ver o surgimento de novas oportunidades na região. Em declarações dadas na noite de quinta-feira em reunião do Inter-American Dialogue, centro de pesquisa política com sede em Washington, Zoellick disse que uma mudança de governo na Venezuela poderia levar a América Latina a uma nova era.

"Os dias de Chávez estão contados. Se os subsídios para Cuba e Nicarágua forem removidos, esses regimes terão sérios problemas. Os democratas da América Latina, de centro, esquerda e direita, devem se preparar ", disse Zoellick. " Os clamores por democracia, pedindo um fim para intimidações, proteção dos direitos humanos, eleições justas e  Estado de direito, deveriam vir de todos os lugares", acrescentou o chefe do Banco Mundial. Ele acrescentou que o desaparecimento do regime liderado por Chávez criará grandes oportunidades para as forças democráticas da região. "Em breve, haverá uma chance de tornar o Hemisfério Ocidental no primeiro hemisfério democrático. Não é um lugar para ditadores e cocaína, mas para o desenvolvimento, democracia e dignidade." (Nuevo Herald)

Nenhum comentário:

Postar um comentário