quinta-feira, 10 de maio de 2012

Para saber mais sobre a atitude de Raimundo Pimentel


Para saber mais sobre o peso e a firmeza da atitude de Raimundo Pimentel, que acaba de lançar a esposa na disputa pelo PSL, basta perguntar uma coisa: Ele perde quantos cargos e quanto de prestígio no governo estadual e no governo municipal?
A resposta é NADA. Pimentel não teve força nem prestígio para indicar nenhum diretor ou chefe de órgão no estado nem na prefeitura de Araripina. Se não indicou cargo, é porque Eduardo Campos não lhe deu prestígio. Deste modo, Raimundo não perderia nada lançando Socorro Pimentel na disputa. Vale ressaltar que o deputado também não teve força para emplacar o comando do PSB local. Ele é presidente mas não decide os rumos da legenda.

Mas há uma outra coisa a ser perguntada: Pimentel tem o controle do PSL? Foi ele quem levou Idelfonso e seus candidatos para esta sigla ou foi Idelfonso que recebeu Dra. Socorro, sem maiores  compromissos? E mais: Pimentel tem mais força que Alexandre e todo o Palácio para controlar o diretório da sigla de Idelfonso?
As respostas definem o que ocorrerá. Outras variáveis são de  natureza distinta:
Valdeir Batista está mesmo com Raimundo Pimentel ou o empresário está apenas ganhando tempo para informar apoio ao candidato do Palácio?
Alexandre Arraes vai aceitar a imposição do filho de Bringel na sua vice e descartar Valmir Filho?

Vejam só quantas variáveis. Sabe-se que Valdeir Batista não apóia candidato com vice indicado por Bringel. Sabe-se que Pimentel também não apoiaria. Sabe-se que Valmir Filho foi generoso com Alexandre certo de que seria o seu vice. Sabe-se que Bringel e Pimentel agora já têm os mesmos interesses para 2014: reeleição para deputado estadual. Por isso, têm interesses conflitantes. Pimentel terá que dizer logo a seus aliados em vários municípios o que quer em 2014 - Se for federal, terá que ajudar as campanhas de forma diferente, se não for, terá que abrir para outro chegar com o financiamento das campanhas. Tudo isto está no xadrez. Tudo terá que se resolver até final deste mês. Pimentel tem pressa, tanto quanto Alexandre Arraes.

Considere-se que Bringel vai insistir para lançar o vice. Neste caso, Lula Sampaio, Valdeir Batista e Raimundo Pimentel tomarão a decisão de peitar o Palácio juntos? E Valmir Filho, aceitará ser apenas coadjuvante? E o PMDB de Ronaldo Lacerda, marchará com Valmir Filho em qualquer das circunstâncias?
Para onde irão o PC do B e o PDT de Evilásio Matheus? E o PMN de Leonardo Farias? A maioria dos candidatos novatos está nessas legendas citadas, isto é fato.
Bringel, neste caso, tem noção exata do que está fazendo e está certo de que somente ele e Alexandre ganham a prefeitura? Ou Alexandre está fazendo tudo de forma calculada, para abrir espaço para Lula Sampaio, jogando o resto de seu palanque na obrigação de lançar outro candidato?
O certo é que o angu tem mais caroço do que se imagina. Ninguém quer conversar abertamente. O que se ouve é que tudo está sob controle. Mas o que se ver é exatamente o contrário.
Poucos agora acreditam que o Palácio está envolvido nas negociações. Eduardo Campos é muito profissional nesse jogo para deixar a coisa correr tão solta assim. Poderá entrar a qualquer momento e decidir. Ou poderá jogar para cima e entregar a Deus? A prefeitura ficou contaminada de lulistas e aliados de outros políticos. Alexandre sabia disso, e foi precadido. Foi?
Amanhã poderá ser outro dia. Ou apenas outro igual a hoje e ontem.
O fato é que muita gente está com Alexandre Arraes e pouca gente está  declararando. Até quando?
Dizer e fazer. Eis a questão. Acordar e lembrar do acordo na hora de cumprir. Eis o segredo. É provável que o Palácio esteja distante te tudo. É provável que o arco seja maior que o braço de Alexandre e o Palácio não saiba disso. Se não sabe, deverá saber.

Um comentário:

  1. E começa o fim do FRENTão... como podemos perceber esta nova pré candidatura critica a atual administração depois de ter contribuido para que a mesma chegasse ao poder. E o Lulu nessa história? T mais pra pedir SOCORRO, pois a situação parece ta feia, muitos dizem que est pre candidtura não tem força nem voto e que Pimenta nos olhos seria refresco. Mas todos Lulu, Lele, Gel,Pimenta... todos são peças de um mesmo lado do xadrez.. o lado do Dudu capetinha( Eduardo Campos)

    ResponderExcluir