terça-feira, 15 de maio de 2012

Ex e atual se estranham: Petrobras cancela obra da Delta, comprada pela JBS com "autorização" de Lula.

Quando a JBS disse que tinha aval do governo para comprar a Delta, este aval era do governo paralelo, no qual o presidente continua sendo Lula. Dilma não gostou. A primeira retaliação vem da Petrobras, que cancela obras já administradas pelos novos donos.

Acusada de envolvimento com o grupo liderado pelo bicheiro Carlinhos Cachoeira, a Delta Construções teve nesta segunda-feira uma forte baixa nos seus negócios. A Petrobras confirmou que rescindiu o contrato de R$ 846 milhões que matinha com os dois consórcios nos quais a empreiteira participava e que eram responsáveis pelas obras de parte do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). O rompimento do negócio levou a J&F Holding, que passou a administrar a Delta, a dispensar 800 funcionários — 500 operários e 300 técnicos. Os contratos eram com os Consórcios Itaboraí - URE e Itaboraí - HDT, compostos pelas empresas Delta, TKK Engenharia Ltda e a Projectus Consultoria Ltda. (O Globo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário