sexta-feira, 27 de abril de 2012

A palavra de um crápula

Veja o quanto é imundo de caráter este mineiro
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse ontem que seu colega de partido José Serra poderá ser candidato a presidente da República pelo PSDB em 2014 se for a "opção mais viável" da legenda. Indagado se essa hipótese vale se Serra vencer a disputa para prefeito de São Paulo, Aécio respondeu que sim. O mineiro acredita que Serra tenha intenção de ficar no cargo por quatro anos no caso de vitória em outubro. Mas ressalvou: "Todos nós somos de alguma forma reféns das nossas circunstâncias". Em entrevista à Folha e ao UOL, foi além: "As circunstâncias lá na frente podem demonstrar que ele [Serra] é a grande alternativa para a sucessão presidencial. Eu não afasto isso de maneira peremptória e definitiva".
A declaração de Aécio contrasta com a estratégia atual de Serra, que tenta a todo custo sepultar a discussão sobre se vai cumprir ou não o mandato completo de prefeito. Em 2004, Serra prometeu que se vencesse a disputa pela Prefeitura de São Paulo ficaria quatro anos no cargo. Só que renunciou em 2006 para concorrer -e ganhar- o governo paulista. (Folha de S.Paulo - Fernando Rodrigues)

Nenhum comentário:

Postar um comentário