quinta-feira, 26 de abril de 2012

Eduardo Campos e a discórdia baiana

Atrás de munição contra Wagner deputados visitam Eduardo Campos

É inusitada a nota publicada na coluna Raio Laser, na edição de hoje (26) da Tribuna da Bahia sobre a visita que um grupo de onze deputados estaduais baianos farão, nesta quinta-feira, a Pernambuco, a convite do governador Eduardo Campos (PSB) sob a justificativa de conhecer obras e "programas nas áreas de segurança pública, saúde, educação e infraestrutura, realizados pela gestão pernambucana, a exemplo das intervenções no Porto de Suape, onde estão presentes alguns dos mais modernos empreendimentos brasileiros no setor de infraestrutura".

O grupo é formado por deputados do PMDB, DEM e PSDB, que fazem oposição ao governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), mas inclui, também, deputados de partidos da base aliada do governador baiano, como o PP, PSB e PRB, além do PR e PRP, cujas bancadas praticam o murismo, as vezes estão com o governo em outras estão contra.

- Teremos a oportunidade de conhecer a política de atração de negócios, captação de recursos da gestão de Pernambuco e verificar os investimentos que estão transformando a realidade daquele Estado”, afirma o deputado Leur Lomanto Jr. (PMDB), que coordena o grupo. 

Segundo a coluna, "os deputados baianos vão almoçar com o governador e na oportunidade será comunicada a entrega do título de cidadão baiano, proposta apresentada por Cacá Leão (PP) e Paulo Azi (DEM), aprovada no ano passado".

É interessante notar que nenhum deputado petista faz parte da comitiva, apesar do partido fazer parte da base de apoio do governador Eduardo Campos em Pernambuco.

Pelo visto, a viagem tem duas motivações:

1 - Para Eduardo Campos serve para consolidar o seu projeto nacional com vistas ao futuro;

2 - Para a oposição baiana como munição para novos ataques a Jaques Wagner, usando comparações entre programas dos governos de Pernambuco e da Bahia.

Segundo o Raio Laser, "além de Leur Lomanto Jr., que organizou a viagem, integrarão a comissão que viajará a Recife, os deputados Adolfo Viana (PSDB), Bruno Reis (PRP), Cacá Leão (PP), Capitão Tadeu (PSB), Elmar Nascimento (PR), Luciano Simões (PMDB), Paulo Azi (DEM), Pedro Tavares (PMDB), Sandro Régis (PR) e Sildevan Nóbrega (PRB)". 

É no mínimo uma situação estranha. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário