terça-feira, 13 de março de 2012

Vacarezza foi pro brejo

Na sua saída, a única mágoa de Cândido Vaccarezza, petista lider do governo na Camara, é que ele foi o último a saber. Já estava demitido e ainda acreditava que a mulher da vassoura não ia varrê-lo do cargo. Vacarezza disse não saber quem será seu substituto. Mas anteviu que sua troca poderá ocasionar "algum estremecimento" na base aliada diante de votações importantes, como o Código Florestal, a Lei da Copa e os royalties do petróleo. "Acho que pode ter algum estremecimento hoje, amanhã, porque os líderes têm uma relação forte comigo", afirmou o ex-líder, ao lembrar que tem bom trânsito e amizade com todos os líderes aliados e de oposição. (Com informações do Estadão)

Nenhum comentário:

Postar um comentário