sexta-feira, 23 de março de 2012

Argentina temeu ambição nuclear no governo Lula, revela Wikileaks

Obras da Usina de Angra 3 Foto: Arquivo / O Globo

Estadão.com.br
A Argentina temeu que as ambições internacionais do governo Lula levassem o Brasil a rever seus compromissos na área de proliferação nuclear – caminhando perigosamente em direção à bomba atômica.
Em uma conversa reservada com diplomatas americanos no Natal de 2009, funcionários argentinos disseram que “luzes amarelas” acenderam em Buenos Aires diante da aproximação do Brasil com o Irã de Mahmoud Ahmadinejad e da abertura de uma embaixada brasileira na Coreia do Norte.
O telegrama diplomático comenta ainda que o governo argentino chegou a preparar resposta para a eventualidade de o Brasil construir uma arma nuclear, mas viu com alívio a eleição de Dilma em 2011, “por acreditarem que nenhum sucessor tentaria sustentar a arriscada política externa de Lula”.
O relato completo do encontro está entre as centenas de despachos da Embaixada dos EUA em Buenos Aires revelados pelo WikiLeaks.
O telegrama foi traduzido para o português.
Leia mais em Argentina temeu ambição nuclear no governo Lula, revela Wikileaks

Nenhum comentário:

Postar um comentário