terça-feira, 13 de março de 2012

Araripina comporta um grande Frigorífico. Falta trazê-lo.


O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, ainda não voltou os olhos e a 'mão grande' (e pesada)  para forçar a ida de indústrias de médio ou grande porte para o distrito industrial de Araripina. Temos três grandes diferenciais em relação aos demais municípios do Nordeste: localização no centro da região (BR 316 ligando aos centros consumidores); Ferrovia Transnordestina para trazer boi vivo dos centros produtores; e muito volume de raspa de mandioca para manter animais gordos e engordar animais magros. 
E o que falta? Falta o governador Eduardo Campos empurrar sua 'mãozona' para atrair o maior frigorífico do Brasil e, por tabela, ajudar seu primo na campanha. A menos que a 'mão grande' a que Lula Sampaio se referiu não seja mesmo a do neto de Arraes.  
Perguntar não ofende: Alexadre Arraes tem mesmo força para arrancar uma indústria desse porte para Araripina, a exemplo de JBS Friboi?
Para efeito de comparação, Suape já está se assanhando para ganhar mais uma: simplesmente uma montadora da Wolks.

Nenhum comentário:

Postar um comentário